terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Citações #188

De A elegância do ouriço:


Pela primeira vez na vida, senti o significado da palavra nunca. Bem, é terrível. A gente pronuncia essa palavra cem vezes por dia, mas não sabe o que diz antes de ter sido confrontado com um verdadeiro "nunca mais". Afinal, temos sempre a ilusão de que controlamos o que acontece; nada nos parece definitivo. 


_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Livro: Harry Potter e a criança amaldiçoada


Esse foi meu livro de Natal. Emprestado pela Ana Paula, que agora também é coleguinha do mestrado (\o/).

O livro não é escrito por J. K. Rowling, mas baseado em uma história dela. Foi escrito por dois outros autores, sob supervisão dela, em formato de peça teatral. Por isso, é bem fácil de ler - rapidinho as páginas são vencidas.

Estamos às voltas com Alvo Severo Potter, segundo filho de Harry e Gina. Eles têm mais dois filhos: Tiago, mais velho, e Lilian, mais nova que Alvo. A história começa com Alvo indo para Hogwarts pela primeira vez e seu medo de ser escolhido pelo Chapéu Seletor para a Sonserina. No trem, ele está com Rosa, filha de Hermione e Rony, e eles tentam fazer amigos - para Rosa, são os amigos quem definem a vida deles na escola. Alvo para na primeira cabine que vê e faz amizade com Escórpio, filho de Draco Malfoy. Rosa fica furiosa e deixa os dois sozinhos.

E Alvo é finalmente escolhido... para a Sonserina. Seu melhor amigo é Escórpio e os dois são alunos medianos. O que significa que Alvo passa a sofrer bullying porque não é como o pai. E é desse conflito que começa a história.

Vemos de novo Harry, Hermione (como Ministra da Magia), Rony, Gina, Draco Malfoy, Cedrico Diggory, Amos Diggory, Dolores Umbrige, Snape, McGonagall, Hagrid e vários outros personagens desse universo único. Vemos também situações dos sete livros da saga oficial. Com eles, muita nostalgia, muita coisa boa.

Resumo: foi uma delícia de ler. Foi uma delícia para relembrar os sete livros oficiais e os filmes. Pra dar vontade de ler novamente. Pra poder dizer de novo que J. K. Rowling é diva!

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Citações #187

De A elegância do ouriço:


Mas agora, e pela primeira vez, senti dor, tanta dor. Um soco no estômago, a respiração cortada, o coração desmilinguido, o estômago completamente esmagado. Uma dor física insuportável. Perguntei a mim mesma se um dia me recuperaria dessa dor. Sofri de vontade de berrar. Mas não berrei. O que experimento, agora que a dor continua mas já não me impede de andar ou falar, é uma sensação de impotência e absurdo totais. Então é assim? De repente, todos os possíveis se apagam? Uma vida de projetos, de conversas apenas começadas, de desejos sequer realizados, apaga-se num segundo e não tem mais nada, não há mais nada que fazer, não se pode voltar atrás?

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O que (eu acho que) tem de bom pra ler na net #143

1 - Salpicão
Da Ludj. Sobre comida de antigamente e o atual ódio as passas #teampassasforever

2 - Palavras malditas (19): crime passional
Do Mário Magalhães. Sobre os crimes contra mulheres que a mídia costuma chamar de passionais mas que são, na verdade, feminicídio.

3 - Dicas para lidar com o medo de dirigir
Da Marcela Zaidan. Já passei por isso, já fiz treinamento para habilitados. O medo melhorou, mas não acabou. Hoje, só dirijo por muita necessidade, e olhe lá.

4 - Filho meu não recebe castigo
Da Elika Takimoto. Como eu queria esfregar esse texto na cara de umas pessoas aí...

5 - O país dos acidentes
Do Mário Magalhães, sobre a lastimável declaração do ilegítimo sobre o massacre no presídio de Manaus. Fala sobre a privatização de presídios e a humanidade, tão ausente.

6 - Por que os brasileiros não têm empatia?
Da Revista AzMina. Uma reflexão bem interessante, a partir de uma pesquisa global. Vale muito ler.


_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


domingo, 15 de janeiro de 2017

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Sobre a escrita

Ter uma conta no Feedly facilita muito a vida de quem quer ler muito mas não sabe mais por onde ir. É pelo Feedly que consigo ler todos os texto de gente querida e conhecer outras pessoas que mandam bem demais na escrita.

Aliás, um minuto de silêncio pela morte precoce e nunca absorvida do Google Reader.

Daí que entre os blogs que leio pelo Feedly está o da Bel, essa baiana mara que eu amo muito. E o texto abaixo foi inspirado em um dos textos dela que li pelo Feedly.


Escrevo porque é mais fácil.

Escrevo porque a palavra grafada é mais bonita que a falada.

Escrevo porque ameniza dores.

Escrevo porque assim coloco as coisas em seu devido lugar.

Escrevo porque tenho sensação de plenitude.

Escrevo porque ler não é o bastante.

Escrevo porque há ausências que as letras curam.

Escrevo porque viver não basta.

Escrevo porque sim. Só não escrevo quando não dá.


_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Livro: Vocação para o mal



Cá estamos nós às voltas com a terceira aventura de Cormoran Strike e Robin Ellacott. Curto muito os livros da J. K. Rowling, tanto a série do Cormoran quando Harry Potter e, mais ainda, o Morte Súbita.

Vocação para o mal começa com um psicopata enviando, pelo correio, uma perna feminina para Robin, no escritório. Ela está às voltas com o casamento com Mathew, que se aproxima. E acredita que o pacote é de alguma compra realizada para este fim. Quando abre e dá de cara com a perna, ela grita e Cormoran, que mora num pequeno apartamento acima do escritório, aparece para tomar as rédeas do caso. De início, ele tem um suspeito. Mas três pessoas de seu passado surgem em sua mente. As três têm sérios problemas com ele, por algo que ele fez há muitos anos. As três juraram vingança. As três têm, em algum nível, um tipo de problema mental que pode ocasionar violência. Um vive mergulhado em drogas e foi acusado de ter assassinado a mãe de Cormoran. Dois ele conheceu no exército: um é borderline e Cormoran salvou sua esposa, que estava sendo mantida em cativeiro, com muita violência; o outro é pedófilo e teve uma lesão cerebral depois de receber um soco de Cormoran durante a investigação.

O livro é bem violento. Mexeu muito comigo, a ponto de me levar a pesadelos. Porque o alvo aqui são mulheres. Mortes pelo prazer de subjugar mulheres. O livro mexeu com esse medo mais profundo que eu tenho, que acredito que toda mulher tem. Doeu. Muito.

E, mais uma vez, fique à mercê do/a autor/a. A cada momento, um dos personagens surgia como possível assassino. A cada momento, uma certeza. Em seguida, um desmentido. Até a certeza, quase no final. Que, também, não era concreta. J. K. me mata com esses livros, sério mesmo. E me mata de raiva do Mathew também. PQP nesse personagem!

Enfim, a leitura foi ótima, apesar de assustadora. Valeu cada minuto investido, depois dos dias inteiros de análise do meu objeto de estudo. Serviu bem pra descansar a mente. Por mais estranho que isso possa parecer.

Com o fim da leitura, fui ao Twitter oferecer o volume pra quem quisesse. Faço isso de vez em quando. Se alguém topa levar, pago o frete. E um dos ex-alunos de Jornalismo da Ufop logo se manifestou e recebeu o volume em casa.


Taí o livro com o novo dono!

Do Roberto Galbraith (a.k.a J. K. Rowling), também li:
O chamado do Cuco
O bicho-da-seda

______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Citações #186

De A elegância do ouriço:


Que resta de uma vida bem antes do terror de mergulhar no breu? Que resta de uma vida, exatamente, quando os que a viveram juntos agora estão mortos há tanto tempo?

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

O que (eu acho que) tem de bom pra ler na net #142

1 - Bem vindo à era do pós-emprego. Sem crachá, sem salário, com propósito
Da Cláudia Giudice. Sobre os empregos atualmente. O texto é longo, mas vale muito. Se eu pudesse, indicaria a ela a leitura da A corrosão do caráter, que li no ano 2000 e que me ensinou muitas coisas a respeito dessa economia.

2 - História: de Castello a Temer, por que os presidentes 'dispensam' popularidade
Do Mário Magalhães. Direto ao ponto: quem dispensa a popularidade é porque não foi eleito pelo povo. Vale muito a leitura.

3 - Abracadabra para você no ano novo
Da Ligia Fascioni. Texto curto, mas bem delicinha.

4 - Trova # 104
Do Trovas de Vinil. Sobre George Michael. Um texto profundo, cheio de informações, e que me levou à vontade de escutar a discografia do cara, de quem eu conheço só os hits.

5 - O que fazer em caso de vazamento de nudes e ofensas na internet? Entrevista com Dr. Plinio Higasi
Da Marcela Zaidan. Um post muito útil nesses tempos de internê zoada e muita gente ruim escondida pelas telas.

6 - Carrie Fisher
Da Elisabeth Alves. Pra Carrie Fisher, a princesa mais legal das galáxias.

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...


domingo, 8 de janeiro de 2017